OS PRINCIPAIS

POEMAS

BRASILEIROS

DE TODOS

OS TEMPOS

 

  1. A Máquina do Mundo – Carlos Drummond de Andrade

  2. O Inferno de Wall Street – Sousândrade

    Marília de Dirceu – Tomás Antônio Gonzaga

  3. Cântico dos Cânticos para Flauta e Violão – Oswald de Andrade

  4. Procura da Poesia – Carlos D. de Andrade

  5. O Cão sem Plumas – João Cabral de Melo Neto

  6. Vou-me Embora para Pasárgada – Manuel Bandeira

  7. Tecendo a Manhã – João C. de M.neto

  8. Cobra Norato – Raul Bopp

  9. O Cacto – Manuel Bandeira

  10. Antiode – João C. de M.Neto

  11. Áporo – Carlos D. de Andrade

  12. A Canção do Exílio – Gonçalves Dias

  13. Invenção de Orfeu – Jorge de Lima

  14. Carregado de Mim Ando no Mundo – Gregório de Matos

  15. As Cismas do Destino – Augusto dos Anjos

  16. A Flor e Náusea – Carlos D. de Andrade

  17. Uma Faca Só Lâmina – João C. de M.Neto

  18. Campo de Flores – Carlos D. de Andrade

  19. Despede-se o Autor da Cidade da Bahia – Gregório de Matos

  20. O Rio – João C.de Melo neto

  21. No Centenário de Mondrian – João C. de M. neto

  22. Ode ao Burguês – Mário de Andrade

  23. A Fábula de Anfion –João C. de Melo Neto

  24. Pós-Tudo – Augusto de Campos

  25. O Uraguai – Basílio da Gama

  26. Life – Décio Pignatari

  27. Mapa – Murilo Mendes

  28. Tríptico na Morte de Sergei Mikhailovitch Eisenstein – Vinícius de Moraes

  29. O Romanceiro da Inconfidência – Cecília Meireles

  30. Rapto – Carlos D. de Andrade

  31. Janela do Caos – Murilo Mendes

  32. I-Juca-Pirama – Gonçalves Dias

  33. De Volta do Baile – Olavo Bilac

  34. Balada de Santa Maria Egipcíaca – Manuel Bandeira

  35. Oh, Não Te Espantes Não, D.Antônia – Gregório de Matos

  36. A Palo Seco – João C. de M. Neto

  37. Vozes d’África – Castro Alves

  38. Musas, Canoras Musas,Este Canto… – Cláudio Manuel da Costa

  39. Aos Afetos, e Lágrimas,Derramadas na Ausência da Dama a Quem Queria Bem – Gregório de matos

  40. Este Poema de Amor Não é Um Lamento – Jorge de Lima

  41. Matéria de Poesia(textos 1,2 e 3) – Manoel de Barros

  42. Antífona – cruz e Souza

  43. Natureza – Murilo Mendes

  44. Uma Fotografia Aérea – Ferreira Gullar

  45. vai e vem – José Lino Grünewald

  46. Vida Toda Linguagem – Mário Faustino

  47. Essa Nego Fulô – Jorge de Lima

  48. Louco – Junqueira Freire

  49. Acúsmata –Fagundes Varella

Fonte: Suplemento “Mais” da Folha de São Paulo de 02.01.00

Anúncios