• Algum tempo depois de seu último encontro com Paul Verlaine(de quem tinha se tornado amante), o francês, Arthur Rimbaud, considerado um dos maiores poetas de todos os tempos, desistiu de,  escrever  resolveu trabalhar.

  • Primeiro alistou-se no Exército Colonial Holandês e foi mandado para Java, desertando quase que imediatamente e voltando à França.

  • Depois, no Chipre, foi capataz numa pedreira para, em seguida, morar um tempo no Iêmen e , mais tarde, se tornar mercador(contrabandista,dizem alguns) na Etiópia.

  • Quando rompeu com Verlaine, o jovem poeta só tornaria a ver seu mentor dali a dois anos, na Alemanha, depois de Verlaine sair da prisão e se converter ai catolicismo.

  • Foi o último encontro dos dois poetas cujas vidas não podem de forma alguma, ser dissociadas de suas obras poéticas.

  • Após o rompimento, Rimbaud deixou a agitação intelectual e paris para procurar pouso e sossego na pacata Charleville, de onde havia saído anos antes, em direção à cidade luz e em busca da proteção de Verlaine.

  • De volta à província,Rimbaud trabalha para completar “Uma Temporada no Inferno”, obra de prosa poética que narra seus dias com Verlaine.