A ROSA PÚRPURA DO CAIRO

Filme dentro do filme, literalmente.
Cinema falando de cinema, metalinguagem inteligente.

Exemplos: “A Rosa Púrpura do Cairo”, “O  Último Tango em Paris”, “O Estado das Coisas” e “O Substituto”.