“Nosso amor é a última astúcia da teologia.

Amamos como quem procura livrar Deus de seus próprios impases.

Amamos como quem procura mostrar que a vontade pode vencer a indeterminação do ser.

É por isso que,para nós, o amor virou um problema e uma promessa de redenção.”

Vladimir Safatle