(…) A poesia me leva a perdidos caminhos

de onde volto mais só,mais desesperançado.

De tudo resta apenas a página rabiscada.

Deixo cair da mão o verso que se parte.

Outro me foge escrito sem palavras,

buscando outros sentidos…

O verso é feito do ar que se respira

Correi, correi,ó versos sem palavras…

Dante Milano in “Passagem da Poesia”

Anúncios