Na cadeia , ele vai aprender a amar as pulgas.A amar as baratas.Vai plantar flor numa lata de massa de tomate.Vai conversar com a flor. Conversar com os ratos de noite. Vai seguir telenovela. Ficar querendo que chegue amanhã. Para saber o que acontecerá com Leonor e Rodolfo. Na telenovela. E estará vivo.

Trecho de “Quando fui morto em Cuba”, de Roberto Drummond