Perséfone

esta flor eu trago da loucura

lírio da aurora

colhido no Hades

este tremor eu trago do medo

nascer de novo da morte

verde escuro este tremor

esta manhã

afogada no esquecimento

Poema de Maurício Arruda Mendonça

Anúncios