Saiba como funcionam os sites de financiamento coletivo

Inspirados no modelo americano de “crowd funding”, também usado para viabilizar filmes, teatro etc., sites como o Embolacha (www.embolacha.com.br) e o Catarse (www.catarse.me) são os intermediários entre artista e público investidor. O músico diz quanto precisa, o fã decide quanto vai dar.

1. O artista inscreve seu projeto, dizendo quando precisa arrecadar. Escolhe os valores com os quais os fãs poderão colaborar e quais as recompensas

2. Se aprovado pelo site, o projeto vai ao ar (em geral com um vídeo promocional feito pelo artista). Os fãs começam a contribuir

3. Se o projeto arrecadar o valor total almejado, o artista recebe o dinheiro (descontada a taxa de administração do site, de 10% a 15%) e o público recebe as recompensas. Mas, se, ao final do prazo, o projeto não arrecadar 100% do valor previsto, o dinheiro retorna para os que haviam contribuído. É tudo ou nada

Anúncios