“(…) não gostam de mim

no supermercado

eu não dou risinhos para as crianças.

Não me interesso pelo que fazem

os funcionários.

Eu uso os bebedouros até que

meus olhos saltem para fora como

morangos maduros.

Eu tenho mau cheiro e não dou

brilho nos sapatos.

Eu não possuo nada.

(Charles Bukowski em “O s Cisnes Passeiam por Meu Cérebro em Abril”

Anúncios