“Nos meus sonhos sou pintor, você sabe, ou talvez não saiba.

E também escultor. Tempo demais sem visão.

Um pontapé para mim é o interjogo de materiais com estas minhas mãos.

Muito do que posso fazer com você enquanto você deitado lê este poema,

eu lhe pediria para tirar a roupa da barriga

para que eu pudesse,com a unha do polegar esquerdo,

traçar uma linha reta de dez centímetros

acima dos pelos de seu púbis.

E depois com o dedo indicador da minha mão direita

passaria pela margem direita

do seu umbigo famoso,

deixando-o ali,imóvel, durante meia hora.

Esquisito?

Pode acreditar que sim.”

– Kurt Vonnegut Jr

Anúncios