“Se o toque do outro de repente for bom?…

E se tudo isso que você acha nojento for exatamente o que chamam de amor?

Quando você chega no mais íntimo, mas tão íntimo que de repente a palavra nojo não tem mais sentido.

Você também tem cheiros.

As pessoas têm cheiros, é natural.

Os animais cheiram uns aos outros.No rabo.

O que você queria…?

…O amor só acontece quando uma pessoa aceita que também é bicho.

Se o amor for a coragem de ser bicho.

Se o amor for a coragem da própria merda.”

Caio Fernando Abreu, em “Pela Noite”

Anúncios