Ele mora num pardieiro

na parte miserável da cidade.

Ele controla o silêncio

e a sombra que confronta

seus passos.

Os olhos infravermelhos

invadem de melancolia

a tudo o que observa.

É Jarecki, antes Davi,

depois de ser molestado pelo pai

ainda aos 15.

Nada pede.

Em nada crê.

Porque tudo

se tornou

tarde demais.

Anúncios