Magneto é conhecido por sua perseguição ao grupo de mutantes de Charles Xavier e a tentativa de revelar ao mundo a existência de sua espécie. Mas pouco se fala sobre a origem do arqui-inimigo dos heróis.

Erik Lehnsherr era apenas um garoto à época da Segunda Guerra Mundial. Por ser de família judia acabou em um campo de concentração, onde começou a descobrir os seus poderes. Inocente e incapaz de violências, o menino encontrará lá também o terror. Trabalhando nos fornos nazista, os alimentava com os corpos dos parentes e conhecidos.

Roteirizado por Greg Pak (“Planeta Hulk”) e ilustrado por Carmine Di Giandomenico (“Homem-Aranha: Noir”), a edição de luxo reúne as cinco edições de “X-Men: Magneto Testament”.

A origem do vilão está para ser levada aos cinemas como ocorreu com herói Wolverine. “X-Men Origens: Magneto” chegou a ter um suposto roteiro divulgado e David Goyer confirmado como diretor e roteirista, mas o projeto está parado desde o anúncio do filme solo de Deadpool e de “First Class”.

 

Anúncios