Perdão, Senhor,

tua criatura o decepcionou.

Ela anda atirando seus filhos

e suas filhas pelas janelas

quando não

arrastando-os indefensos pelas ruas.

O que deveria ser um relicário de doçuras

acabou se transformando

em um roteiro amargo de desilusões.

Decepcionamos a Ti, Senhor.

Não sabemos amar nossos irmãos

como a nós mesmos,

não respeitamos o próximo

do alto de nossa arrogância

e orgulho ferido.

Mas reciclamos o lixo

e clonamos os animais

que exterminamos.

Falhamos, meu Deus.

Construimos fortalezas de luxo

denominadas condomínios

rodeadas de subúrbio

onde não há domínios

de ninguém.

Só miséria, dor e balas.

Perdão, Senhor!

Anúncios