“Lembro como numa vez nos espichamos numa certa manhã de verão transparente,

como forçaste a camisa no osso do peito e enfiaste a língua em meu coração nu

e foste assim até tocar-me a barba e foste assim até tocar-me os pés”

]{Walt Whitman

Anúncios