Falo dos escritores e dos pintores, em especial sobre Francis Bacon (importante artista irlandês do século XX) e Caravaggio (um dos mestres do barroco italiano).

Caravaggio era um homem intempestivo que provocava brigas nos bares da cidade e vivia envolvido em problemas com a polícia. Teve uma breve e intensa carreira de 10 anos, e foi o criador do tenebrismo, estilo caracterizado pelo realismo das representações e pelo vigor dos contrastes de luz e sombra.

 Francis Bacon, era homossexual assumido, mas sofreu muito preconceito por parte do seu pai. Suas obras tinham como temática as fantasias masoquistas , a pedofilia, o desmembramento de corpos, a violência masculina ligada à tensão homoerótica, as práticas de dissecação forense e, principalmente, a representação do corpo e seus fluidos. 

Tanto Bacon quanto Caravaggio tinham consciência da brevidade da vida e da fragilidade do ser humano, e ambos transformaram essa consciência de forma poderosa através de sua arte.

Sugiro que você conheça o filme de Derek Jarman sobre Caravaggio, onde ele reproduz a luz e composição de seus quadros mais célebres.

Anúncios